terça-feira, 7 de junho de 2011

Currículo: Dicas para elaborar seu currículo


Montar um currículo não significa simplesmente gastar alguns minutos para inserir todas as informações sobre sua vida profissional no computador. O currículo mostra o tipo de profissional que você é. Por isso deve ter informações precisas e coerentes para que o selecionador não se perca no meio da leitura.

O objetivo é claro: colocar seu nome na lista dos candidatos que têm chance de ser selecionados. O segredo é ficar atento e fazer com que cada linha do seu currículo funcione como um convite para que o selecionador leia a informação seguinte.

Como um selecionador experiente não demora mais do que 30 segundos para identificar os pontos fortes e os pontos fracos de um currículo, é bom prestar muita atenção na redação, organização, apresentação e objetivos para não cometer nenhum deslize.

Confira as dicas:
1. Antes de tudo, reserve tempo para preparar o currículo - não pense que para ficar bom ele pode ser feito em alguns minutos.

2. Tenha em mãos todos os dados necessários, como datas de início e saída de empregos anteriores, informações acadêmicas, cursos e eventos em que participou - isso torna a organização de idéia mais fácil e auxilia a sua memória.

3. Tenha em mente qual é seu objetivo com esse currículo - atirar para todos os lados não dá resultado nenhum, portanto direcione as informações para a área e o tipo de empresa em que você pretende trabalhar.

4. Procure escrever numa linguagem clara. Revise várias vezes para evitar erros de português - isso mostra domínio da comunicação e habilidade de escrita.

5. Evite o uso de linguagem ou termos muito formais - o excesso pode ofuscar detalhes importantes.

6. Procure dar destaque somente a dados pessoais e profissionais importantes e de relevância para o cargo que está pretendendo - isso mostra sua capacidade de discernimento.

7. Pesquise o mercado de trabalho na área em que pretende atuar para se atualizar sobre salários, exigências e novidades. Assim você poderá se preparar para oferecer sempre em seu currículo a resposta aos requisitos solicitados pelos empregadores.

Fonte: www.empregos.com.br - por Renata Marucci

Currículo: Como fazer um bom currículo


Muitas pessoas ficam em dúvida o que deve conter e qual deve ser o formato de um bom currículo. Abaixo seguem algumas dicas de como fazer um com currículo ou curriculum e que informações precisam constar no mesmo.

Não existe formato de currículo perfeito
Não fique procurando o modelo perfeito, o mais adequado é aquele que você coloca as informações de forma clara e de fácil checagem, no caso de solicitações de referências profissionais.

Atualização é a palavra chave
Mais importante que procurar um modelo perfeito é conseguir um modelo que dê destaque às suas informações profissionais mais importantes. O que você tem de mais relevante precisa estar antes, de preferência na primeira página.

Se coloque no lugar do avaliador
O avaliador tem dezenas ou centenas de currículos para avaliar, ele precisa ver algo que chama atenção no começo do seu currículo. Ou em caso de candidatar-se a uma vaga específica coloque em primeiro lugar as competências necessárias para o cargo que está concorrendo.

Delete tudo que não acrescenta
Se você está buscando uma vaga de dentista não precisa informar que você fala grego e mandarim fluente. Se currículo precisa ter todas as suas informações importantes e apenas elas.

Estou buscando meu primeiro emprego, o que coloco no meu currículo?

Coloque um parágrafo de 4 linhas no começo do currículo falando de você, não apenas tecnicamente mas também das suas características pessoais. Coloque cursos de línguas e informática e participação em eventos. Um bom começo para você pode ser um trabalho voluntário.

Fonte: http://www.evidenceconsultoria.com

Currículo: Dados que não podem faltar


Dados Pessoais
Fique atento aos dados pessoais! Principalmente se o número de telefone e o endereço do seu e-mail estão corretos, já que eles irão possibilitar o contato entre você e a empresa. Além disso, é possível indicar o sexo - para evitar constrangimentos diante de nomes que servem para homens e mulheres - ao mencionar o estado civil e a nacionalidade.

Objetivo
É fundamental determinar o objetivo, apesar de muitos profissionais esquecerem desse item. Ter objetivo demonstra determinação. Você pode usar cargos, áreas ou uma frase curta que explique suas intenções.

Qualificações e Habilidades
Este é o espaço para você conquistar o recrutador. Por isso pense bem no que é relevante para atingir o seu objetivo. Seu currículo deve ser encarado como uma ferramenta de marketing, e não como um documento pessoal ou um formulário de pedido de emprego. É importante que você concentre-se no seu futuro e não no seu passado. Sendo assim, enfatize suas conquistas e mencione as técnicas e os conhecimentos que você gosta de usar, e não só os que utilizou porque precisou.

Formação Acadêmica
Esse campo é para você descrever sua trajetória nos estudos. Relate sua formação partindo do curso mais recente para o mais antigo, sempre colocando data de início e conclusão dos cursos. Se você já tem curso superior (faculdade) completo, não precisa citar o que fez anteriormente.

Experiência Profissional
É importante fazer um breve descritivo (no máximo duas linhas) das empresas onde trabalhou - além de citar os cargos e as atividades desenvolvidas -, porque elas podem não ser conhecidas pelo selecionador. Você também pode omitir alguns empregos menos importantes ou mais breves, principalmente se você possuir uma trajetória profissional longa. Não deixe de mencionar uma experiência que tenha sido útil para adquirir habilidades importantes e as promoções.

Fonte: www.empregos.com.br

Currículo: Modelo


Fulano de Tal - Brasileiro
Rua Das Flores, 45, Pitangueiras - Casado
CEP: 95.500-000, Cidade/UF - 28 anos
Tel(s): (51) 3662-4598 / 9225-4277 - 2 filhos
E-mail: fulanodetal@xxxx.com.br

Objetivo / Área de Interesse
Cite o cargo que você pretende ocupar ou sua área de atuação. Esta orientação pode ser fundamental no momento da triagem de currículo. Muitas vezes o objetivo do candidato pode ser atuar numa área nova, onde nunca atuou (em casos de estudantes por ex.).

Exemplo:
Colocação na área administrativa. Devido a experiências anteriores. Tentar justificar em poucas palavras o interesse em determinada área.

Resumo das Qualificações
Faça um resumo de suas qualificações e de tudo que você vivenciou em seus empregos anteriores. Mostre sinteticamente como você pode contribuir para a empresa. Muitas vezes o candidato pode colocar em poucas palavras o que conseguiu contribuir para determinada empresa, o tamanho e importância dela no mercado.

Exemplo:
Experiência de mais de sete anos na Área Administrativo-Financeira, atuando nas seguintes atividades:

• Contas a receber, cobrança e emissão de notas fiscais, escrituração fiscal
• Rotinas contábeis e cadastro de clientes
• Contas a pagar, conciliação bancária, emissão de cheques para pagamentos, controle de entrada de notas fiscais, fluxo de caixa, arquivos diversos, cadastros de bancos e fornecedores

Domínio em Inglês e Espanhol (leitura, escrita e conversação).

Formação Acadêmica
O nível educacional mais alto deve ser incluído primeiro. Se você ainda estiver cursando uma graduação, por exemplo, informe a previsão da sua formatura. Se você estudou até o 2º grau, cite a instituição e especificação técnica (Ensino Médio, curso técnico, etc.). O 1º grau só deve ser mencionado caso seja o maior nível educacional.

Exemplo:
Cursando o segundo semestre da pós-graduação em Contabilidade pela USP (Universidade de São Paulo) – previsão de conclusão em XXXX.
Graduado em Ciências Contábeis pelo IESA (Instituto de Ensino Superior de Santo André) - conclusão em 1997.

Experiência Profissional
Cite os cargos que ocupou em cada empresa e em que período os exerceu. Descreva também suas principais atribuições e realizações naquela função. Comece pela empresa e cargo mais recentes (ou o atual, se você estiver empregado).

Exemplo:
SUL METAIS LTDA.
Encarregado de cobrança - 04/98 a 06/00

Responsável por todo o sistema de cobrança, controle de pagamento a fornecedores e cadastros de clientes. Encarregado da implantação de sistema informatizado na empresa.

Informações Adicionais
Cite os cursos que você realizou desde que tenham relevância para sua área de atuação. Não inclua os cursos que não são diretamente ligados à sua atividade profissional ou educacional, porque eles não serão considerados.

Exemplo:
• Informática - Windows 2000 / MS Office 2000 - Nome da Instituição, 1998
• Matemática Financeira - Nome da Instituição, 1998
• Curso Básico de Escrituração Fiscal - Nome da Instituição, 1997
• Produtividade em Contas a Pagar – Nome da Instituição, 1997
• Formação de Gerentes – Nome da Instituição, 1996.

Currículo: Ele fala por você


Aproveite para atualizar ou elaborar um currículo e abrir portas no mercado de trabalho. Você tem pouca ou nenhuma experiência profissional, não dispõe de uma rede de relacionamento generosa para obter alguma indicação e não sabe como se tornar conhecido no mercado de trabalho. Não se preocupe. Um currículo enxuto, bem escrito e absolutamente sincero pode abrir as portas do mercado para você.

A primeira lição na elaboração de um currículo é ter em mente que deve ser enxuto, com no máximo duas páginas. Quanto mais ágil for à leitura, utilizando-se tópicos e não parágrafos extensos, melhor.

No alto do documento, devem aparecer os dados de identificação do candidato, com nome, endereço, mais de um número de telefone e e-mail. Dados como RG ou CPF geralmente ficam de fora das especificações por serem interpretados como questão discriminatória.

Alguns empregadores pedem documento com foto, mas utilizar pré-requisitos como estes não é permitido por lei - explica Fernanda Lapa, recrutadora da Gope Recursos Humanos.

Outra informação que pode ser incluída no currículo, logo abaixo da identificação, é o objetivo profissional do candidato, que precisa estar em harmonia com o sugerido pela vaga. Em seguida, vem a formação e as realizações profissionais, com as três últimas experiências no mercado. Nesta etapa, deve-se citar o nome da empresa, o período do trabalho, a função e a descrição das atividades, tarefa que pode ser descrita em tópicos. Mas o que fazer caso o candidato não tenha nenhuma experiência com carteira assinada?

Cite todas as experiências realizadas mesmo sem carteira assinada, apresente inclusive uma carta de recomendação. Trabalho voluntário, enaltecendo as tarefas realizadas, também vale - acrescenta Fernanda.

O próximo item envolve as habilidades e qualificações. É neste momento, por exemplo, que um candidato que entende muito de informática, mas nunca trabalhou conseguirá vender seu peixe. Para finalizar, apresente os cursos já realizados, desde que tenham afinidade com a área ambicionada.

Dicas:
- O currículo não deve apresentar erros ou rasuras.
- Comece pelos dados pessoais e sempre coloque, no mínimo, dois números de telefone e e-mail.
- Em seguida, descreva sua formação escolar, indicando o ano e a escola em que foi concluído o Ensino Médio ou o curso técnico. Se tiver curso superior, não é necessário destacar o Ensino Médio.
- As experiências profissionais devem aparecer em ordem cronológica, começando do último ou do atual, se você ainda estiver empregado. Caso nunca tenha trabalhado, coloque a experiência na empresa do pai, do tio, do vizinho ou qualquer outra atividade que contribua para demonstrar seu perfil pessoal, como um trabalho voluntário, e descreva suas tarefas nestas atividades.
- Cursos realizados também devem constar. Não coloque aqueles que não sejam da área de interesse. Cursos e objetivos do currículo devem estar em harmonia.
- Se você não tiver experiências profissionais nem cursos, escreva suas pretensões baseado em seus sonhos e características pessoais.

Fonte: www.zerohora.com.br

Currículo: 10 erros que devem ser evitados em seu currículo


1. Informações desatualizadas
O seu currículo deve ser um panorama atual de seus trabalhos e realizações profissionais, além de conter os últimos cursos realizados e os conhecimentos adquiridos. Um currículo muito desatualizado pode fazer com que você perca a oportunidade de conseguir um novo emprego, pois demonstra descuido e não informa devidamente sobre a sua atuação.

2. Não fazer o resumo de suas habilidades
É muito importante descrever suas principais realizações, metas alcançadas e suas habilidades mais requisitadas. Ajuda (e muito) você a se destacar entre as centenas de currículos.

3. Informações incompletas
Simplesmente listar os empregos pelos quais você passou, fazendo uma descrição crua das suas obrigações, vai fazer com que o seu seja mais um entre milhares de currículos. Dê ênfase aos diferenciais, como o desenvolvimento que teve em seus trabalhos anteriores e as metas que conseguiu atingir.

4. Escrever demais
Procure ser sucinto e descrever apenas o que realmente interessa para ganhar a atenção do recrutador. Evite, por exemplo, mencionar no currículo as razões pelas quais você deixou os empregos anteriores ou o fato de você estar com o nome sujo no mercado. Esses assuntos, só devem ser mencionados durante a entrevista, se o recrutador perguntar. O currículo é o resumo dos fatos e dos empregos mais importantes de sua carreira. Então é hora de deixar de lado empregos passageiros e sem importância, que não tenham grande influência em sua vida profissional. O currículo pode até ser um pouco longo, mas as informações devem ser claras e concisas para atrair a atenção do selecionador.

5. Desleixo
No caso dos currículos impressos, a qualidade da impressão é importante. Por isso, prefira imprimir seu currículo em impressoras de boa qualidade e não tire cópias em máquinas copiadoras. Um currículo com boa qualidade de impressão e em bom papel, além de facilitar a leitura, mostra o quanto você se importa com sua imagem e com sua carreira. Não esqueça de ler, reler e checar possíveis erros gramaticais e também o tipo de letra que você usou (misturar muitos tipos pode prejudicar a leitura do currículo). Pedir para um amigo ler seu currículo é uma boa saída para não deixar passar pequenos erros.

6. Linguagem desapropriada
O currículo nada mais é do que uma comunicação profissional e deve ser escrito de maneira formal, clara e impessoal. Procure evitar o uso de pronomes pessoais nas frases - coisas do tipo "eu desenvolvi um projeto", substituindo por algo como "desenvolvimento de projeto". O uso excessivo do pronome "eu" pode dar a idéia de um profissional egocêntrico e prepotente.

7. Datas desencontradas
Cuidado ao citar os períodos em que esteve em cada empresa e em cada função. Colocar datas de entrada e saída de cada emprego é importante para que o selecionador saiba a velocidade em que as coisas aconteceram em sua carreira. Deixar de lado essas datas pode causar dúvidas nas pessoas que estão analisando seu histórico profissional.

8. Informações desordenadas
Se você tem experiência em campos de trabalho diversos e acredita que todos eles devam ser incluídos, evite colocá-los por ordem cronológica ou por outro critério que embaralhe os dados. Separe os segmentos por tópicos diferentes, como Vendas e Treinamento. Assim seu currículo fica mais claro e você não confunde a cabeça do selecionador.

9. Citar detalhes dos dados pessoais
Esqueça! Tanto nomes de filhos e parentes como números de documentos (RG, carteira de habilitação, CIC, etc) servem apenas para cadastro em sites como o Empregos.com.br. Os selecionadores não querem perder tempo lendo detalhes que podem ser conferidos depois. Portanto, não mencione essas informações.

10. Exagerar nos enfeites
Não aplique cores e muitos recursos no texto do currículo. O texto limpo é uma das garantias de que o selecionador não vai se cansar de ler. Coloridos e excessos de marcadores atrapalham a leitura.

Fonte: www.empregos.com.br - por Renata Marucci